O colo do teu beijo

As ruas encheram-se de vazios para te receber

Era noite e no escuro fazias de ti a luz que havia

A cidade pouco sabia sobre quem a pisava

Tinha sido apanhada de surpresa, tanto quanto eu

Foram suaves os teus passos, até atacares em silêncio

Acolhi-te no peito fechado assim que te assomaste

Vinha de longe a vontade de dançar na tua boca

Já a tinha lido, relido, e mimado nos meus sonhos

Só me faltava vivê-la no concreto, sentir o seu gosto

Fazer dela verdade nos meus lábios, que te sentiam há tanto

Restava-me saber se eras o espelho desses desejos

Senti um sim no teu soprar, nessa língua estranha que falavas

Foi o fim que queria, morrer no colo do teu beijo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s